Pesquisar
Close this search box.
3

Posts recentes

.

Pesquisar
Close this search box.

.

O que é a Glutamina e para que Serve? Há Benefício para quem se Exercita?

Tempo de leitura: 10 min
Compartilhe
Glutamina

O que você vai ler neste artigo:

A glutamina é um dos suplementos mais falados no mundo fitness, e não é à toa! Ela é um aminoácido crucial para várias funções no nosso corpo, mas será que ela realmente faz tudo o que promete? Vamos explorar juntos o que a ciência diz sobre os efeitos da glutamina no desempenho atlético, composição corporal e função imunológica.

Introdução

Esse artigo se baseia em um estudo detalhado intitulado “Feeding mitochondria: Potential role of nutritional components to improve critical illness convalescence“. Este estudo fornece uma visão abrangente sobre como os componentes nutricionais podem influenciar a função mitocondrial e, por consequência, a recuperação e o desempenho físico. Utilizando informações valiosas deste estudo, vamos entender melhor como a suplementação de glutamina pode impactar atletas em suas jornadas de treinamento e recuperação.

Para que Serve a Glutamina?

A glutamina desempenha várias funções importantes no nosso corpo:

  • Saúde Intestinal: A glutamina é a principal fonte de energia para as células intestinais. Ela ajuda a manter a integridade da mucosa intestinal, prevenindo problemas como a síndrome do intestino permeável.
  • Sistema Imunológico: A glutamina é crucial para o funcionamento adequado do sistema imunológico. Ela serve como combustível para as células imunológicas, ajudando na defesa contra infecções e doenças.
  • Síntese de Proteínas: A glutamina é essencial para a síntese de proteínas, um processo vital para a recuperação e crescimento muscular.
  • Equilíbrio Ácido-Base: Ela ajuda a manter o equilíbrio ácido-base no corpo, crucial para o funcionamento celular adequado.

Benefícios da Glutamina para Quem se Exercita

Para quem pratica exercícios regularmente, a glutamina pode oferecer diversos benefícios:

  • Recuperação Muscular: Após exercícios intensos, os níveis de glutamina no corpo podem diminuir significativamente. Suplementar com glutamina pode acelerar a recuperação muscular, reduzindo a dor e o tempo necessário para voltar aos treinos.
  • Redução da Fadiga: A glutamina ajuda a reduzir a fadiga muscular, permitindo treinos mais longos e intensos.
  • Melhora na Imunidade: Exercícios intensos podem enfraquecer o sistema imunológico temporariamente. A suplementação com glutamina pode ajudar a fortalecer as defesas do corpo, prevenindo infecções e doenças.
  • Hidratação Celular: A glutamina contribui para a hidratação celular, melhorando a função muscular e a resistência durante os treinos.
  • Energia para Células de Rápida Proliferação: A glutamina fornece energia essencial para células que se proliferam rapidamente, como as do sistema imunológico e do trato intestinal.
  • Recuperação Após os Treinos: Auxilia na recuperação geral do corpo após os treinos, ajudando a minimizar o tempo de inatividade entre as sessões de exercícios.
  • Melhora da Saúde Intestinal: A glutamina desempenha um papel crucial na manutenção da saúde intestinal, ajudando a proteger e reparar a mucosa do intestino, o que é fundamental para a absorção adequada de nutrientes e o bem-estar geral.

Principais Marcas de Glutamina

Vamos conhecer algumas das principais marcas de glutamina disponíveis no mercado:

1. Growth Supplements

    • Prós: Alta pureza, boa solubilidade, sem sabor.
    • Contras: Preço um pouco mais elevado.
    • Indicado para: Pessoas que buscam qualidade superior.
Ficha Técnica Detalhes
Tipo L-glutamina
Tamanho da porção 5 g
Componente principal aminoácido
Quantidade Total 250 g
Observação Sem glúten e lactos
Preço de R$76 a R$89

L-glutamina 250g Nutrição E Recuperação - Growth Supple

 

2. Max Titanium Glutamina L-G

    • Prós: Boa qualidade, preço acessível.
    • Contras: Pode formar grumos se não for bem misturada.
    • Indicado para: Quem quer um bom custo-benefício.
    • Preço Médio: R$ 60,00 (300g) na Amazon e Mercado Livre.
Ficha Técnica Detalhes
Tipo Glutamina L-G
Tamanho da porção 5 g
Componente principal aminoácido
Quantidade Total 300 g
Sabor Sem Sabor
Preço R$56 a R$65

Max Titanium Glutamina L-G 300 G

 

3. Integralmedica Glutamina

    • Prós: Marca renomada, boa solubilidade, sabor neutro.
    • Contras: Pode ser um pouco mais cara em comparação a outras marcas.
    • Indicado para: Atletas de alta performance.
Ficha Técnica Detalhes
Tipo Glutamina Isolada
Tamanho da porção 5 g
Componente principal aminoácido
Quantidade Total 300 g
Sabor Sem Sabor
Preço R$47 a R$54

ntegralmédica Glutamine Isolates

 

4. Vitafor – Glutamax – 300g

  • Prós: Alta qualidade, Eficiência Comprovada e boa solubilidade, sabor neutro.
  • Contras: Pode ser um pouco mais cara em comparação a outras marcas.
  • Indicado para: Praticantes de Atividades Físicas, Pessoas em Recuperação de Cirurgias e até Indivíduos com Problemas Intestinais.
Ficha Técnica Detalhes
Tipo L-Glutamina
Tamanho da porção 5 g
Componente principal aminoácido
Quantidade Total 300 g
Sabor Sem Sabor
Preço R$58 a R$70

Vitafor - Glutamax - 300g

 

5. Probiótica Glutamine

    • Prós: Boa reputação, qualidade garantida.
    • Contras: Sabor ligeiramente amargo.
    • Indicado para: Quem busca produtos de marcas consolidadas.
Ficha Técnica Detalhes
Tipo L-glutamine
Tamanho da porção 5 g
Componente principal aminoácido
Quantidade Total 300 g
Sabor Sem Sabor
Preço R$54 a R$70
Probiótica L-glutamine
Probiótica L-glutamine

Desempenho Atlético: Será que Funciona?

A relação entre glutamina e desempenho atlético é um tópico quente. A ciência mostra resultados variados, mas algumas pesquisas indicam que a glutamina pode ajudar na recuperação muscular e reduzir a dor após exercícios intensos. Uma revisão sistemática e meta-análise de ensaios clínicos revela que, embora os efeitos diretos no desempenho atlético não sejam muito expressivos, a glutamina pode melhorar a recuperação, o que indiretamente beneficia a performance.

Composição Corporal: Mitos e Realidades

Quando se trata de composição corporal, a promessa é de que a glutamina pode ajudar na queima de gordura e no ganho de massa muscular. No entanto, os estudos não são tão conclusivos. A meta-análise sugere que a glutamina sozinha pode não ser um fator mágico para transformar seu corpo, mas pode ser uma peça útil dentro de um plano de nutrição e treino bem estruturado.

Função Imunológica: Um Aliado na Saúde

Aqui é onde a glutamina brilha mais! Durante períodos de treinamento intenso, o sistema imunológico pode ficar comprometido. A glutamina pode ajudar a manter a função imunológica, reduzindo o risco de infecções, como resfriados e gripes, que podem atrapalhar seu ritmo de treino. A revisão de ensaios clínicos aponta que a suplementação de glutamina pode fortalecer o sistema imunológico, especialmente em atletas submetidos a treinos extenuantes.

Evidências do Estudo

O estudo “Feeding mitochondria: Potential role of nutritional components to improve critical illness convalescence” trouxe informações valiosas sobre a importância dos micronutrientes na função mitocondrial, o que pode se relacionar com a função imunológica e a recuperação muscular. O estudo mostra que níveis adequados de nutrientes são essenciais para o funcionamento mitocondrial, com micronutrientes específicos desempenhando papéis cruciais no metabolismo energético e na produção de ATP, como vitaminas do complexo B, ácido ascórbico, coenzima Q10, melatonina, entre outros.

Embora o foco do estudo seja em pacientes criticamente enfermos, os princípios podem ser aplicados aos atletas que enfrentam altos níveis de estresse físico. A glutamina, nesse contexto, pode ser vista como um desses componentes nutricionais importantes para manter a função celular ideal durante períodos de estresse intenso.

Se você se interessou pelo papel dos componentes nutricionais na recuperação de doenças críticas e quer se aprofundar no assunto, recomendo conferir o estudo “Feeding mitochondria: Potential role of nutritional components to improve critical illness convalescence“. Este estudo oferece uma visão detalhada sobre como nutrientes específicos podem apoiar a função mitocondrial e acelerar a convalescença. Para mais informações, você pode acessar : ScienceDirect

Como Tomar Glutamina

A glutamina está disponível em várias formas, incluindo pó, cápsulas e líquidos, tornando fácil encontrar uma opção que se encaixe na sua rotina. Geralmente, a dosagem recomendada varia entre 5 a 10 gramas por dia, divididas em duas ou três doses para melhor absorção. Para quem prefere praticidade, as cápsulas são uma ótima escolha. Já quem gosta de adicionar suplementos às suas bebidas, o pó é ideal e pode ser misturado em sucos, shakes ou até mesmo água.

Aqui vão algumas dicas para potencializar os benefícios da glutamina:

  1. Horários Ideais: Tomar a glutamina logo após os treinos pode ajudar na recuperação muscular. Outra boa opção é consumi-la antes de dormir, aproveitando o período de recuperação do sono.
  2. Combinação com Outros Suplementos: A glutamina pode ser combinada com outros suplementos, como proteínas e BCAAs, para otimizar seus efeitos.
  3. Hidratação é Fundamental: Lembre-se de beber bastante água ao longo do dia, pois a glutamina pode aumentar a necessidade de hidratação do corpo.

Efeitos Colaterais e Precauções

Embora a glutamina seja geralmente segura e bem tolerada pela maioria das pessoas, é importante estar atento a alguns possíveis efeitos colaterais. Em doses elevadas, a glutamina pode causar desconforto gastrointestinal, como inchaço, gases e náuseas. Por isso, é sempre uma boa ideia começar com uma dose menor e aumentar gradualmente, observando como seu corpo reage.

Se você tem problemas renais ou hepáticos, é essencial evitar o uso de suplementos de glutamina sem orientação médica. Nesses casos, um profissional de saúde poderá avaliar suas necessidades específicas e determinar a melhor abordagem para você.

Lembre-se: a moderação é a chave e a consulta com um especialista é sempre a melhor forma de garantir que você está utilizando a glutamina de maneira segura e eficaz. Afinal, cuidar da saúde é a prioridade número um!

Vale a Pena?

Então, vale a pena investir em glutamina? Se você está procurando uma melhora significativa e direta no desempenho atlético, talvez a glutamina não seja a solução mágica. Porém, se o seu foco é uma recuperação mais rápida e um sistema imunológico forte, a glutamina pode ser uma boa aliada.

Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde ou um nutricionista antes de começar qualquer suplementação. A individualidade biológica é importante, e o que funciona para um pode não funcionar para outro.

Esperamos que essa revisão tenha te ajudado a entender melhor os benefícios e limitações da glutamina. Fique atento às novidades e continue buscando o melhor para a sua saúde e desempenho!

>>Não deixe de conferir nossos comparativos detalhados sobre suplementos populares como Melhores Whey Protein e Creatina<<

Compartilhe

Receba nosso conteúdo exclusivo e fique por dentro das novidades de saúde e beleza.

Mais lidas

plugins premium WordPress